Bhutan.

Artes e Filosofias da Nepal e Bhutan 2019

Visitaremos o Reino do Bhutan, O Pais da Felicidade,  numa extensão de apenas sete dias, que valem cada instante!
Já no vôo para o Bhutan veremos de perto  os grandes Himalayas, oferecendo deslumbrantes vistas panorâmicas de alguns dos picos glaciais mais altos do mundo. De tirar o fôlego avistar o Monte Everest, Kanchenjunga e  incluindo o sagrado Jumolhari com 7,314 m e Monte Jichu Drake  já no território do Bhutan. 
Num voo de pouco mais de uma hora, estaremos em Paro, o único aeroporto do reino. A entrada no vale parece a chegada ao Paraíso! Veremos colinas cobertas de florestas e plantações de arroz, com o prateado rio Paro serpenteando pelo vale abaixo, a Fortaleza de Paro, bem próxima ao aeroporto, muitos templos e mosteiros e as colinas acima da cidade são uma experiência inesquecível!
Tudo é visto muito claramente desde o alto porque o ar do Bhutan é muito puro, devido ao fato que a maior parte do território é reserva florestal impecavelmente preservada, com trilhas controladas, numero restrito de visitantes, e o mais surpreendente ainda:  Bhutan tem o maior parque de produção de ozônio do planeta, que é doado gratuitamente todo dia para uma atmosfera cada vez mais sobrecarregada de gases tóxicos produzidos pelas industrias de produtos de consumo... 
O País da Felicidade Interna Bruta tem chamado a atenção por criar o FIB um medidor de felicidade e satisfação que norteia as políticas públicas concretas na preservação dos valores estáveis de seu povo espiritualizado, educado e muito gentil. 
Uma quebra de paradigmas e desafio para a mentalidade capitalista que baseia a felicidade na produção de riquezas e na compra de bens materiais PIB! 
Graças à implantação do FIB, não há analfabetismo no Bhutan. Todos os funcionários, desde o Rei até os membros do Parlamento tem que cursar a universidade e fazer pós graduação, antes de ocupar cargos públicos.  
O reino do Bhutan nos surpreende por suas belezas naturais, montanhas cobertas de

  • Facebook - Black Circle

cedros azuis, florestas de bambus e pinheiros, intocadas e preservadas. Um ecossistema com espécies raras de aves que migram do Tibet. Aldeias pitorescas como Gantey,  Vales encantadores como Pobjika, e um clima frio delicioso e revigorante! 
Há importantes rios caudalosos nutridos pelo degelo do Himalaya como o Pa Chu (Paro),  o Rio Macho e o rio Fêmea, que se encontram em Punakha. 
Mas é a cultura apoiada nos preceitos budistas de ética, moralidade, virtudes e prática do Dharma que fazem toda a diferença deste país! Um tesouro a ser descoberto! 
Veremos imponentes fortalezas, Dzongs dos antigos reis que existiam antes de unificação do país, construídos numa arquitetura rústica, feita em pedra e trocos de árvores ricamente entalhados. Dentro delas, protegidas por grossos muros, mosteiros budistas milenares, cobertos de belíssimas pinturas murais sagradas e enormes esculturas de Budhas e Deidades do budismo vajrayana. Destaque para a Deslumbrante Fortaleza de Punakha, que mantém um texto sagrado escrito em ouro. Centros da cultura tradicional do Bhutan, e responsáveis pela educação da maioria dos jovens e monges, acontecem aqui os famosos festivais com danças ritualísticas, representando  animais, seres mitológicos, e a luta entre deuses e antigos demônios da montanha. 
A Visita ao Templo da Fertilidade em Punakha vai nos surpreender! Aqui  vem casais do mundo inteiro, fazer promessas e adoração de falos em busca de filhos! E conforme os testemunhos, seus pedidos são atendidos!!   
A subida ao mais sagrado mosteiro do Bhutan, Taksang, mais conhecido como A Toca do Tigre, é um dos pontos altos da viagem. Um misto de caminhada, trekking e peregrinação, que faremos lentamente até o topo, ou até a metade do caminho, onde há uma casa de chá, com vistas deslumbrantes do Mosteiro. Na chegada, reverenciar a enorme estátua de Guru Padmasambawa o mais grande yogui e mestre tântrico do Budismo tibetano que segundo a lenda aqui chegara montado num tigre voador, terá valido o esforço!! 
Certamente, voltaremos ao Brasil cheios de benções, com as energias renovadas!! 
Kuzuzang-po!! Saudações em butanês!!