Arte da Escola Japonesa

ITAJIME

No Japão, sob influência da cultura zen, surgem os maravilhosos métodos Itajime, Arashi e Shibori que durante o período Edo estamparam o luxo das vestes de Xoguns e Samurais, através das mãos de mulheres que esperavam seus maridos voltarem de guerras sangrentas.  Paciência, devoção e virtuosismo são impressos em enormes kimonos de seda.

As técnicas de Shibori, Arashi e Itajime, são formas sofisticadas de tie dye originárias da cultura japonesa que além de lindas e raras, são difíceis de copiar, pois são o resultado de várias manipulações combinadas, como dobras, amarração, prensagem de objetos e costuras, tornando o efeito final nobre e refinado. O curso é formado por três módulos de um dia, onde abordaremos cada uma delas em detalhe.

ITAJIME

A palavra Itajime é um derivado do sustantivo “Ita” que em japonês é madeira. Os padrões de itajime surgem da combinação de dobras e prensagem de objetos de madeira. Eles se caracterizam pela repetição de figuras podendo se chegar a padrões bem disciplinados de xadrezes e poás, ou ainda figuras de triângulos, círculos... Mas são as dobras que dão o direcionamento aos desenhos, e por isso as possilidades de combinação vão se multiplicando. Vamos trabalhar com tecidos de algodão e seda, mas pode se fazer também em linho.

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle